sábado, 19 de novembro de 2016

O Alcorão - aula 1






Texto de Khadija Kafir.

A primeira vez que eu vi uma tradução do Alcorão eu tinha 14 anos de idade. Foi numa livraria no bairro do centro. Nessa época, eu não tinha nenhuma fonte de renda e dependia da mesada que meus pais me davam, de modo que eu preferi comprar outros livros. Ninguém falava em terrorismo, ou ISIS, ou mesmo o 11 de setembro. Sabe por quê? Por que a primeira vez em que eu peguei num Alcorão o ano era 1994.

Depois de muito tempo, ou seja, duas décadas depois, eu sei que se eu tivesse comprado o Alcorão eu não teria lido. O Alcorão é um livro chato pra burro! É cheio de repetições, argumentos pobres e estilo enfadonho. Como porém sou uma estudiosa do Islã, tive que lê-lo por inteiro várias vezes e em duas traduções. 


O Alcorão é o documento mais importante do Islã. Ele é considerado a "palavra literal" de Deus, portanto ninguém pode reclamar se um terrorista o interpretar literalmente. Ele tem 114 capítulos e cada um deles tem um nome. Os capítulos, por sua vez, estão divididos em versos, exatamente como na Bíblia. Ele foi escrito em língua Árabe, então você deverá abri-lo como se abre um mangá Japonês, ou seja, da esquerda para a direita. Veja a foto abaixo: 





Para ler em Árabe, deve-se ler da direita para a esquerda. Veja foto abaixo:




Em Português, há duas traduções conhecidas do Alcorão. Uma é a mais antiga (a que eu vi aos 14 anos), que foi feita por MANSOUR CHALLITA. A outra é uma tradução menos confiável e mais usada pelos muçulmanos brasileiros, que é a de SAMIR EL HAYEK. Esta última tradução é mais divulgada. Veja foto:




Como eu já disse e vou repetir, o Alcorão tem 114 capítulos, ou suratas. Por favor, acostume-se com a palavra "surata" ou "sura" porque essas palavras significam "capítulo" e servem para designar qualquer capítulo do Alcorão. As suratas mais longas (ou seja, os capítulos mais longos) foram colocadas no começo, e as suratas mais curtas foram colocadas no final. A única surata curta que fica no começo é a primeira, que serve como uma prece antes da leitura. 

Algumas pessoas pensam que o Alcorão é a mesma coisa que os primeiros cinco livros da Bíblia. Essas pessoas estão erradas, pois confundiram o Alcorão com a Torá, escritura judaica que constitui os cinco primeiros livros bíblicos.

Como citar o Alcorão?

Basta apenas escrever o nome Alcorão, colocar o número do capítulo, seguido de dois pontos ( : ), seguido do número do verso. Vejamos o que diz o Alcorão 4:34 (ou seja, o capítulo 4 verso 34): 

"Os homens têm autoridade sobre as mulheres pelo que Deus os fez superiores a elas e porque gastam de suas posses para sustentá-las. As boas esposas são obedientes e guardam sua virtude na ausência de seu marido conforme Deus estabeleceu. Aquelas de quem temei a rebelião, exortai-as, bani-as de vossa cama e batei nelas. Se vos obedecerem, não mais as molesteis. Deus é elevado e grande."

Que coisa linda, não? (ironia)

Se uma pessoa quiser ler o Alcorão, eu não recomendo a tradução do Samir El-Hayek. A tradução challita vem com uma explicação sobre a ordem em que se deve ler as suratas (os capítulos), ou seja, a ordem correta em que ele foi escrito. Vou colocar a ordem dos números aqui: 



Observe que o primeiro capítulo que deve ser lido é o 96, e não o 1. Agora a pergunta que não quer calar. Se o Alcorão é um livro tão chato e insuportável de se ler, como é que eu faço para aguentar sua enorme chatice? Vou dar duas dicas. A primeira é ler apenas um pouquinho a cada dia. Coloque-o em sua cabeceira e leia só o que aguentar. A segunda dica, e a mais importante, é ter alguns lápis de cor ao alcance. Para cada assunto de sua preferência, escolha pintar os versos do Alcorão de uma cor. Eu, por exemplo, fiz assim: para verso misóginos pintei de vermelho. Para versos "elogiando" a mulher, eu pintei de azul (usei muito pouco essa cor). Para versos violentos, usei o verde (usei demais essa cor). Para versos antissemitas (que discriminam judeus) usei o marrom. Os versos com erros científicos, eu pintei de cinza. Porém o que mais me surpreendeu ao ler o Alcorão foi a quantidade de ameaças do inferno. O Alcorão possui quase uma ameaça do inferno por página. Pintei de amarelo essas ameaças. 

Uma vez que os versos ficaram todos coloridos, ficou mais fácil pesquisar o verso que eu desejo. Na próxima lição, eu vou falar sobre a importantíssima lei da ab-rogação e a maneira correta de se interpretar o livro sagrado do Islã.

Até a próxima!

Um comentário:

  1. Eu li de carreirinha, pintando de vermelgo tudo o que achei absurdo em todos oq gêneros. Ficou bem colorido! Mas, a sua sugestão de colorir por assunto é ótima! Todo devem ler prá conhecer o perigo, mesmo!

    ResponderExcluir